quinta-feira, 19 de março de 2015

A Praça dos Bonecos na vizinhança do Espaço Sobrevento

SOBREVENTO LEVA DOZE APRESENTAÇÕES DE TEATRO DE BONECOS A ZONA LESTE DE SÃO PAULO DE GRAÇA

Quatro das melhores companhias de Teatro de Bonecos de São Paulo se apresentam, de graça, no PARQUE DO PIQUERI (Rua Tuiuti, 515 – Tatuapé), na Zona Leste de São Paulo. As apresentações constituem o Festival A Praça dos Bonecos, organizado pelo Grupo Sobrevento, e acontecem todos os domingos, de 15 de março a 5 de abril, às 15h. O SOBREVENTO, além de organizar o festival, abre a programação com o espetáculo Mozart Moments. Em sua sétima edição, A Praça dos Bonecos busca difundir o Teatro de Animação, congregar os artistas da área e descentralizar a produção artística, levando espetáculos da melhor qualidade à Zona Leste da cidade de São Paulo, com ótimas condições técnicas (que incluem um palco, cadeiras e bom equipamento). 


O festival acontece no âmbito do Projeto O Teatro de Casa vai à Praça, realizado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo e desenvolvido pelo SOBREVENTO desde o ano passado. O projeto promove ainda apresentações do repertório do grupo, intervenções em praças públicas, saraus e a criação do novo espetáculo do SOBREVENTO – o vigésimo primeiro, em uma carreira de 28 anos –, que tem estreia prevista para julho. As atividades buscam recuperar a memória afetiva do Brás e do Belenzinho, região onde está localizado o Espaço Sobrevento, sede do grupo. Por meio do projeto, o SOBREVENTO quer entender por que o Brás e sua vizinhança deixou de ser o polo cultural - como foi no passado - e, a partir da relembrança de sua história e de suas tantas histórias, pretende ajudar a região a reconquistar, mais que sua memória, sua identidade. Todas as atividades são gratuitas e acontecem na Zona Leste.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Lista de selecionados para a oficina de Teatro de Objetos

Segue a lista de selecionados para a Oficina de Teatro de Objetos, que acontece de 23 a 27 de fevereiro, das 19h às 22h, no Espaço Sobrevento, como parte do Projeto O TEATRO DE CASA VAI À PRAÇA, realizado pelo Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. Pedimos aos selecionados que confirmem presença pelo info@sobrevento.com.br, até sexta, 20.02.

Andrea Cruz
Daniela Oncala
Douglas Groh Leoni
Duda Ohoe
Elza Martins
Felipe Ramos
Fernanda Bloise
Flávia Dávila
Giorgia Goldoni
Julia Barnabé
Juliana Birchal
Keli Andrade
Kely de Castro
Kryslei Cipriano
Leonardo Garcia Gonçalves
Luiza Maia
Márcia Nunes
Matias Arce
Osmar Amaral Azevedo
Paula Aguiar
Paulo Henrique dos Santos
Sheila Alencastro
Wanderley Diaz
Zé Antonio do Carmmo

Devido ao grande número e à alta qualificação dos inscritos, comprometemo-nos a realizar uma nova oficina, se possível ainda em 2015, dando preferência aos demais inscritos não selecionados para esta primeira etapa.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Oficina gratuita de Teatro de Objetos

Vamos coordenar uma oficina de Teatro de Objetos de 23 a 27 de fevereiro, das 19h às 22h, no Espaço Sobrevento, em São Paulo. A oficina é gratuita e tem o apoio do Programa Municipal de Fomento ao Teatro. Os interessados devem enviar e-mail para info@sobrevento.com.br, com um breve relato de sua experiência artística. 

São Manuel Bueno, Mártir (2013). Foto: Marco Aurélio Olimpio

A iniciativa é parte do projeto O Teatro de Casa vai à Praça e pretende formar um grupo de estudos que, a partir do Teatro de Objetos - foco da pesquisa do Sobrevento nos últimos 5 anos -, nos ajude a resgatar a memória afetiva do Brás e do Belenzinho. O Espaço Sobrevento foi inaugurado em 2009 no limite entre esses bairros. Além de ser reconhecido como um espaço de referência para bonequeiros, tornou-se importante para a vizinhança, que carecia de atividades artísticas e de lazer comunitário. E acabou chamando a atenção de importantes grupos teatrais, da cidade de São Paulo e de outros estados, que se interessaram em levar seus espetáculos para o Brás. 

Sala de Estar (2013). Foto: Marco Aurélio Olimpio

O Sobrevento quer aprofundar esse movimento, na tentativa de entender por que o Brás deixou de ser um polo cultural - como foi no passado - e, por meio do resgate de sua história e de suas tantas histórias, ajudar a região a reconquistar, mais que sua memória, sua identidade.

Foto: Ontem montamos quatro tendas lindas em círculo, no Largo da Concórdia. Em cada uma delas uma cena diferente e uma história sobre aquele lugar. O pressa do público era maior que a sua curiosidade. Mas quem parava e assistia a uma cena, terminava por assistir às outras três. Os espectadores queriam conversar com os atores ao final de cada apresentação: mas isto é verdade mesmo, aconteceu de verdade? Queriam falar sobre o que viram, ouviram, sentiram. Tivemos a certeza de que é possível construir um espetáculo tocante, íntimo, simples, mesmo em um ambiente tão dispersivo como a praça mais congestionada do Brás, no final da tarde, às vésperas do Natal. Aqui a filipeta que fizemos de última hora para distribuir aos passantes. Logo mais, as fotos do que fizemos. Obrigado Márcia Pagani e Wagner Dutra, Valmir Ferreira dos Santos e Socorro por nos apoiar e prestigiar. Maurício, Sandra, Liana, Daniel, Agnaldo, Marcelo, Anderson, Thaís, Ícaro, Maurício Pazz e músicos, Sueli e Bibi, nós somos uma equipe e tanto, hein?
Intervenção realizada pelo Sobrevento no Largo da Concórdia

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CIA. DO TIJOLO EM CARTAZ NO ESPAÇO SOBREVENTO

A Cia. do Tijolo faz uma residência artística no Espaço Sobrevento, durante o mês de novembro. A companhia, que tem se destacado como uma das mais criativas e premiadas do panorama teatral, apresenta Cantata para um Bastidor de Utopias e Concerto de Ispinho e Fulô.



As apresentações acontecem aos sábados, 20h, e aos domingos, 19h, com ENTRADA FRANCA, no Espaço Sobrevento, que fica na Rua Coronel Albino Bairão, 42, a duas quadras do Metrô Bresser Mooca. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria, uma hora antes de cada sessão. Uma realização do PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO. Confira a programação:



Dias 8, 9, 15 e 16 de novembro: 
Cantata para um Bastidor de Utopias
Prêmio Shell de melhor música e melhor cenário

O espetáculo traça a simbólica história de uma mulher que borda há quase 200 anos um manto nos bastidores de um velho teatro, enquanto um grupo de atores reunidos no palco discute sobre as possíveis razões que a fazem persistir em sua tarefa. A montagem toma como ponto de partida a vida de Mariana de Pineda Muñoz – originalmente adaptada para os palcos em 1925, por Federico Garcia Lorca –, uma heroína espanhola que se tornou símbolo da luta por direitos após ser executada em 1831 sob a acusação de ter bordado uma bandeira para os liberais.



Dias 22, 23, 29 e 30 de novembro: 
Concerto de Ispinho e Fulô
Prêmio Shell de melhor música e indicado pela ousadia em sua criação

No centro do palco, o poeta Patativa nasce dos escombros do Sítio Caldeirão. Uma companhia de teatro vinda de São Paulo faz uma viagem no tempo e chega ao Cariri com o objetivo de entrevistar Antonio Gonçalves da Silva, o Poeta. À medida em que Patativa engendra seus versos, desfilam diante dos olhos do público as dores da seca, os animados bailes de sua gente, a receptividade do sertanejo, a graça de suas histórias, seus desejos e suas inquietações, suas esperanças e desilusões. O que seria uma entrevista costumeira, se transforma em um grande passeio, um verdadeiro encontro entre seres humanos e entre dois mundos tão próximos e ao mesmo tempo tão distantes: São Paulo-Assaré/Brasil.


Recebendo projetos como este, o SOBREVENTO quer consolidar seu ESPAÇO, reconhecido como um polo de apoio e difusão do Teatro de Bonecos em São Paulo, cada vez mais, como um espaço cultural importante para a cidade - especialmente para a Zona Leste, onde está localizado - colaborando com a descentralização das manifestações artísticas na cidade e dialogando com outras linguagens. Recentemente, o SOBREVENTO recebeu o Teatro Documentário e As Meninas do Conto, abrindo novas possibilidades de intercâmbio e oferecendo atividades gratuitas ao público.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

As Meninas do Conto apresentam As Mil e Uma Noites

Experimento cênico do Grupo As Meninas do Conto, a partir de histórias selecionadas deste que é considerado um dos grandes clássicos da tradição oral. A cada noite histórias diferentes.


Dia 01.09, segunda (programa A)
Dia 02.09, terça (programa B)

ENTRADA FRANCA



Realização: Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo.


sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Primeiro Olhar: III Festival Internacional de Teatro para Bebês


Pioneiros do Teatro para Bebês da França, da Espanha e de São Paulo e Brasília estarão no Brasil para se apresentar e discutir a sua Arte no Primeiro Olhar – III Festival Internacional de Teatro para Bebês – uma iniciativa do Grupo Sobrevento que acontece de 8 a 31 de agosto de 2014, em São Bernardo do Campo e em São Paulo, COM ENTRADA FRANCA.

A terceira edição do festival, que é realizada com o apoio do ProAC, reunirá espetáculos do francês Laurent Dupont, da Cia. Acta; da cia. espanhola La Casa Incierta, do grupo brasiliense Celeiro das Antas e do Grupo Sobrevento, que apresentará Meu Jardim e Bailarina, os dois espetáculos para bebês de seu repertório.

Tendo como foco a Criação no Teatro para a Primeira Infância, esta terceira edição da Mostra Primeiro Olhar favorecerá o intercâmbio de ideias e processos artísticos entre artistas e pesquisadores de diferentes origens e formações artísticas, difundindo e consolidando propostas inovadoras de criação teatral que tomam como ponto de partida o direcionamento à primeira infância e buscando estimular a sua multiplicação. Oficinas para jovens artistas, debates e encontros com professores de creches buscarão estimular novas criações de Teatro para Bebês. A Mostra que terá lugar no Centro Livre de Artes Cênicas, em São Bernardo do Campo, se estenderá para o Espaço Sobrevento e para creches de São Bernardo.

O III Festival Internacional de Teatro para Bebês contará, ainda, com a premiada escritora e ilustradora francesa de origem iranianaMandana Sadat, autora do livro que deu origem ao espetáculo Meu Jardim, que discutirá a transposição da Literatura e das Artes Plásticas para o Teatro na palestra Do Livro ao Palco, que acontecerá no dia 29 de agosto, às 19h, no CLAC, em São Bernardo do Campo.Ainda no CLAC, as gravuras que compõem o livro O Jardim de Babai, serão exibidas de 26 a 31 de agosto em uma exposição que se chamará O Jardim de Mandana Sadat.

Confiram a programação do Festival em São Paulo, no Espaço Sobrevento, e em São Bernardo do Campo, no CLAC, Centro Livre de Artes Cênicas:


CIA. LA CASA INCIERTA | ESPANHA
Espetáculo PUPILA D´AGUA
08 de agosto ás 19h | CLAC – São Bernardo do Campo
09 de agosto às 15h | Espaço Sobrevento – São Paulo
10 de agosto ás 11h, 14h e 16h | CLAC – São Bernardo do Campo



CIA. ACTA | FRANÇA
Espetáculo ARQUIPÉLAGO
16 e 17 de agosto ás 11h e 14h | CLAC – São Bernardo do Campo
23 de agosto às 11h | Espaço Sobrevento – São Paulo



GRUPO SOBREVENTO | SP_BRASIL
Espetáculo BAILARINA
16 de agosto às 15h | Espaço Sobrevento – São Paulo
23 de agosto às 15h | Espaço Sobrevento – São Paulo
30 de agosto às 14h |
CLAC – São Bernardo do Campo



GRUPO SOBREVENTO | SP_BRASIL
Espetáculo MEU JARDIM
23 e 24 de agosto ás 11h e 14h | CLAC – São Bernardo do Campo



CELEIRO DAS ANTAS | BRASÍLIA_BRASIL
Espetáculo PANAPANÃ
30 de agosto às 11h | CLAC – São Bernardo do Campo
30 de agosto às 15h | Espaço Sobrevento – São Paulo
31 de agosto às 11h e 14h | CLAC – São Bernardo do Campo

OFICINA: Criando um espetáculo para Bebês
Laurent Dupont (Cia. Acta - França) e Sandra Vargas (Sobrevento - Brasil)
Local: CLAC - São Bernardo (Centro Livre de Artes Cênicas) 
De 18 a 22 de agosto das 9h às 12h a oficina será ministrada por Laurent Dupont e das 14h às 17h por Sandra Vargas

Serviço
PRIMEIRO OLHAR – III FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO PARA BEBÊS
08 a 31 de agosto de 2014

Locais:
CLAC – Centro Livre de Artes Cênicas. Praça São José, 240 – Baeta Neves –
São Bernardo do Campo – Telefone: (11) 4125-0582.

Espaço Sobrevento. Rua Coronel Albino Bairão, 42 – Metrô Bresser-Mooca – Telefone: (11) 3399-3589.

Os locais serão adaptados para receber os bebês e seus pais e contarão com assentos especiais para bebês, trocador, assentos sanitários infantis nos banheiros e brinquedoteca, além de um estacionamento para carrinhos de bebê.

Duração: Os espetáculos têm duração de 30 a 45 minutos.
Capacidade e recomendação: 80 lugares - destinam-se a um bebê de 6 meses a 3 anos de idade com um acompanhante, em um total de 40 lugares para bebês e 40 lugares para acompanhantes, por sessão.
Ingressos gratuitos, distribuídos meia hora antes de cada sessão (no Espaço Sobrevento) e uma hora antes de cada sessão (no CLAC). É recomendável fazer reserva pelo e-mail info@sobrevento.com.br

sexta-feira, 18 de julho de 2014

SALA DE ESTAR REESTREIA EM SP

GRUPO SOBREVENTO PESQUISA A FRAGILIDADE HUMANA: LEMBRANÇAS E SEGREDOS EM CENA


SALA DE ESTAR, o mais recente espetáculo do SOBREVENTO será apresentado de 19 de julho a 31 de agosto em São Paulo. As apresentações acontecem aos sábados e domingos, às 18h e 20h, com ENTRADA FRANCA, no Espaço Sobrevento (Rua Coronel Albino Bairão, 42, próximo ao Metrô Bresser-Mooca). SALA DE ESTAR é um espetáculo itinerante onde os espectadores só precisam dar alguns passos para lá ou para cá, em uma arena onde as cenas acontecem em torno do público: uma experiência que lembra uma instalação plástica e que garante à montagem um clima de intimidade e proximidade. A temporada faz parte do Projeto O Teatro de Casa vai à Praça realizado pelo PROGRAMA MUNICIPAL DE FOMENTO AO TEATRO PARA A CIDADE DE SÃO PAULO. Mais informações e reservas pelo telefone (11) 3399-3589 ou pelo e-mail info@sobrevento.com.br


Em janeiro de 2012, a companhia criou núcleos de estudo para se debruçar sobre a dramaturgia no Teatro de Animação voltado ao público adulto, aprofundando-se na questão da fragilidade. A partir do mote escolhido, o grupo criou uma encenação que traz ao espectador seis cenas, seis estações cênicas onde são desenvolvidas histórias cujo estopim partiu de um segredo, uma confissão do ator. Cada intérprete, ainda na fase da pesquisa, foi instado a confessar um segredo, algo que, emocionalmente, fizesse diferença na trajetória de vida deles. Brotou, nesse momento, junto com o tom confessional, a fragilidade do ser humano.



A partir da ótica de cada um dos atores, são compartilhados com o público, com delicadeza e singeleza, as lembranças e segredos – nem sempre verdadeiros – adormecidos em suas memórias. Para o desenvolvimento da ideia, os atores se valem de objetos – gaveteiros, escrivaninhas, sofás, chapeleiros, bloquinhos, cartas – para, junto com a dramaturgia, dar corpo e voz à fragilidade de cada um dos personagens.


Sala de Estar foi criado a partir das possibilidades e limitações do Teatro de Objetos, a vertente mais moderna do Teatro de Animação. Essa técnica trabalha com objetos prontos, ready-mades, no lugar de bonecos, deslocando-os da sua função (mas sem transformar a sua natureza), para explorar uma dramaturgia que se vale de metáforas, símbolos e figuras de linguagem, em lugar da manipulação propriamente dita.



Para acompanhar a pesquisa desenvolvida, o Grupo Sobrevento convidou grandes nomes internacionais: Agnés Limbos, da La Gare Central, uma das mais importantes companhias de teatro da Europa, sediada na Bélgica e Antônio Catalano, ator italiano dos mais originais e interessantes da atualidade, fundador da Casa Degli Alfieri situada nas colinas de Monferrato (província de Asti, norte da Itália).

Dramaturgia e Concepção da Montagem

A pesquisa do novo espetáculo teve como ponto de partida a exploração da linguagem do Teatro de Objetos, cruzando-a com o tema fragilidade. Na primeira fase, o grupo investigou as possibilidades da construção de uma dramaturgia intimista e delicada a partir dos objetos. A partir de depoimentos pessoais dos atores, foram criadas improvisações baseadas nas suas relações com seus objetos.

Nasceu, desse processo confessional, a dramaturgia do espetáculo, baseada nos depoimentos pessoais e que resultou em seis cenas, que transitam entre a verdade e a mentira, a confissão e a ilusão, cada uma delas feita por um ator. A encenação ocupa todo o galpão do Espaço Sobrevento, dividido como se fossem recortes de salas de estar de diferentes épocas.


O iluminador Renato Machado e o figurinista João Pimenta, responsáveis pela ambientação das cenas, buscaram convergir o teor dramático dos depoimentos pessoais de cada ator com o aspecto visual.

Ficha Técnica:

Criação: Grupo Sobrevento
Direção: Luiz André Cherubini
Dramaturgia e interpretação: Sandra Vargas, Sueli Andrade, Roberta Nova Forjaz, Liana Yuri, Daniel Viana e Mauricio Santana. 
Figurino: João Pimenta
Assistente de figurino: Marcelo Andreotti
Iluminação: Renato Machado
Cenário: Luiz André Cherubini
Técnico de Luz: Marcelo Amaral
Técnico de Som: Agnaldo Souza
Cenotécnico e adereços: Agnaldo Souza e Mandy
Video Mapping: Christian Lins
Fotos: Marco Aurelio Olimpio
Assistentes de confecção: J. E. Tico, Léia Izumi e Alexandre Teizen

Serviço
Temporada: de 19 de Julho a 31 de agosto de 2014 - sábados e domingos, às 18h e 20h
Entrada Franca. 30 lugares. Informações e reservas: info@sobrevento.com.br, (11) 3399-3589
Espaço Sobrevento. Rua Coronel Albino Bairão, 42 - Metro Bresser-Mooca